Resgate Arqueológico

meio ambiente

Resgate Arqueológico

Status: concluído

A Investco promoveu o resgate arqueológico de sítios arqueológicos da área de influência do reservatório. O programa durou seis anos, entre 1998 a 2003, e cadastrou mais de 300 sítios, sendo definidos como líticos, cerâmicos, abrigos, históricos e gravuras rupestres.

Em decorrência destas atividades, já foram produzidos vários trabalhos de pós-graduação com temas relacionados aos resgates, o que, além de contribuir para o aprofundamento acadêmico dos estudantes e das universidades envolvidas, traz ganhos qualitativos ao programa.

O acervo coletado durante todo o período do projeto ficou sob a guarda provisória do Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (MAE - USP), instituição executora dos trabalhos de resgate, e retornou ao Estado do Tocantins, sob a guarda do Núcleo de Estudos Arqueológicos (NUTA), da Fundação Universidade do Tocantins (UNITINS), instalado em Porto Nacional, onde atualmente o material se encontra a disposição de estudantes e pesquisadores. A benfeitoria, os equipamentos e móveis para tratar e acomodar o material resgatado foram implantados com recursos disponibilizados pela Investco.